Você já reparou o quanto as pessoas vivem conectadas nas redes sociais? Independentemente se for por vício ou necessidade, as redes sociais diminuíram as barreiras sociais e permitem mais aproximação. Você já deve ter percebido que não é raro encontrar uma promoção nas redes sociais, do tipo “compartilhe este post que você estará concorrendo a um prêmio!”, não é?

Enquanto muitas pessoas participam, compartilhando, curtindo, marcando e por aí vai, tanto o Facebook quanto o Ministério da Fazenda possuem diretrizes acerca de promover ou não promoções nas redes sociais. Você sabia disso?

Estamos falando nisso porque, quando se quer conquistar um público-alvo, uma promoção não faz mal a ninguém e em qualquer setor é possível praticar essa ação, até em seu estúdio de pilates, já pensou nisso?

O marketing de um estúdio de pilates consiste em chamar a atenção do público-alvo, aproximando-se e tentando se identificar cada vez mais com os usuários e com os alunos.

As estratégias de marketing no pilates podem ser muito relativas e constantes, inclusive ao fazer uma promoção nas redes sociais. Mas é viável ou não? Permitido ou proibido?

Ministério da Fazenda: diretrizes

Quando o assunto é o Ministério da Fazenda, é preciso reconhecer que eles são metódicos e um tanto vagos, uma vez que não é permitido fazer uma promoção (incluindo sorteio de prêmios) sem que haja a autorização do órgão.

Aliás, também não é válido a pessoa ganhar um prêmio ao ter realizado uma ação para tal. Essa lei existe desde 1971, mas tem uma exceção: caso o sorteio ou promoção seja de caráter (concurso) cultural, em que a pessoa ganhou por mérito (melhor resposta, por exemplo) a partir de uma comissão. Nesses casos é permitido.

O Facebook nessa história

O Facebook também possui diretrizes sobre as promoções. Caso alguma empresa venha a realizar uma, será necessário explicar no post que não possui vínculo com o Facebook e que as respostas do sorteio e promoção irão diretamente para o site da marca ou responsável.

É preciso ainda explicar todos os requisitos, termos, regras oficiais, se é obrigatório preencher qualquer formulário e por aí vai. É mais criterioso. Você sabia que não pode utilizar os critérios da rede social para validar o vencedor, como por exemplo curtir, compartilhar e postar fotos? E ainda é proibido notificar os vencedores por meio do Facebook.

Logo, pode-se dizer que o Facebook serve como divulgador do concurso e promoção, mas não como “sede”.

Fazer ou não fazer então?

Existem regras que precisam ser cumpridas para que você dê credibilidade ao seu estúdio de pilates. Portanto, se quiser fazer uma promoção, faça de caráter cultural no próprio site do estúdio ou blog, utilizando as redes sociais como disseminação da campanha de marketing de pilates.

Dessa forma, você também estimula os usuários a clicarem para saber mais sobre a promoção e os requisitos. Assim, nem o Facebook nem o Ministério da Fazenda irão impedir a realização da promoção.

Leia maisLeia mais
– Como divulgar o seu studio de pilates nas redes sociais
– Saiba como destacar o seu estúdio de pilates em redes sociais

Essa é apenas uma estratégia de marketing de estúdio de pilates, você conhece mais alguma? O que achou dessa? A Kauffer quer saber! Comente!

 

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.