Depois de fazer um bom curso, se tornar um profissional capacitado e até mesmo ganhar experiência trabalhando com terceiros, chegou a hora de investir em um estúdio de pilates próprio. Além de adquirir os equipamentos, alugar ou comprar uma sala e contratar mais profissionais, caso seja necessário, é preciso também se preocupar com a parte administrativa do seu negócio.

Se você não tem conhecimento algum sobre administração, não se preocupe. Neste guia administrativo para abrir um estúdio de pilates vamos ensinar tudo o que você precisa saber para começar o seu negócio e, ainda, dar algumas dicas para você gerenciar bem o seu estúdio. Confira:

Exigências legais para abrir o seu estúdio de pilates

Uma das primeiras decisões ao investir em um estúdio de pilates é se você irá atuar como pessoa jurídica, como pessoa física/autônomo ou como empresa do Simples Nacional. Entenda cada uma:

Pessoa Jurídica

Para montar um estúdio de pilates como pessoa Jurídica você precisará contratar um contador ou advogado, porque é uma modalidade mais complexa. Será preciso, primeiramente, registrar um contrato social na Junta Comercial da cidade onde o estúdio será instalado.

Após receber o Número de Identificação de Registro de Empresa (NIRE), você já pode obter o CNPJ. Isso poderá ser feito no site da Receita Federal. Para finalizar, adquira o alvará de funcionamento na prefeitura local.

Autônomo ou Pessoa Física

Abrir um estúdio de pilates como autônomo ou pessoa física é uma modalidade simples e muito usada por quem está começando e acaba executando quase todas as tarefas, desde o atendimento até ministrar as aulas. Neste caso, basta requerer na prefeitura, o alvará de funcionamento (algumas disponibilizam na internet todo o acompanhamento do processo).

Uma vantagem de ser autônomo é o baixo custo do processo de abertura. A desvantagem é que a modalidade limita a expansão do seu estúdio e você não poderá ter funcionários.

Simples Nacional

O Simples Nacional é um modelo de sistema de tributação, projetado para micro e pequenas empresas que desejam se registrar legalmente.

Antigamente, o mais comum era optar pelo Microempreendedor Individual (MEI), mas com as mudanças implementadas desde 2018, Educadores Físicos não podem mais se cadastrar. Já os Fisioterapeutas nunca puderam se enquadrar nesse regime. Sendo assim, o Simples Nacional é uma ótima opção.

A vantagem é que ele é um regime simplificado e menos burocrático, que ajuda a reduzir sua carga tributária e facilitar a forma de recolhimento de impostos, possibilitando a contratação de pessoal e garantindo direitos como auxílio maternidade e auxílio doença. Para solicitar sua opção no Simples Nacional e tirar suas dúvidas, basta acessar o Portal do Simples Nacional.

Exigências Legais e Específicas

Para abrir um estúdio de Pilates é necessário obter registros e alvarás. Você pode fazer isso sozinho ou, caso não consiga, pode consultar um contador. Veja os documentos necessários para a abertura da empresa:

  • Registros com a Secretaria de Receita Federal, para obtenção do CNPJ;
  • Registros na Junta Comercial;
  • Registros com a Receita estadual, para obtenção da inscrição estadual;
  • Registros com a prefeitura, para obtenção do alvará de funcionamento, de localização e de licença sanitária;
  • Registros na Secretaria Estadual da Fazenda;
  • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal em que a empresa se encaixa (é obrigatório o recolhimento da Contribuição Sindical Patronal por ocasião da constituição da empresa até o dia 31 de janeiro de cada ano);
  • Enquadramento no Conselho de Classe, podendo ser de Fisioterapia ou de Educação Física;
  • Cadastro na Caixa Econômica Federal (CEF) no sistema Conectividade Social;
  • Autorização do Corpo de Bombeiros Municipal;
  • Cadastro Municipal de Vigilância Sanitária (CMVC), do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária (Sevisa).

Além disso, você ainda deverá seguir essas exigências, mais específicas:

  • Seguir as normas legais da Anvisa, que estabelecerá registros e fiscalizações;
  • Conferir se, na Prefeitura Municipal/Administração Regional, a Lei de Zoneamento permite a instalação do negócio;
  • Contratar profissionais devidamente capacitados, legalizados e aptos a instruírem a prática do método.

Como escolher os profissionais para o seu estúdio de pilates

É muito importante que você selecione profissionais habilitados para trabalhar no seu estúdio de pilates. Entre os profissionais que podem ser contratados estão:

Fisioterapeutas e/ou Profissionais de Educação Física

Para atuar em estúdio de pilates, é comum que os instrutores tenham formação universitária em Fisioterapia ou Educação Física. Além disso, é imprescindível que sejam certificados no método pilates por uma instituição séria e qualificada. Lembrando que a cada três alunos é necessário que haja pelo menos um instrutor, então a quantidade de professores vai depender do tamanho das turmas do seu estúdio.

Em geral, o educador físico é focado em avaliação física, condicionamento físico, manutenção de saúde e prevenção. Já o fisioterapeuta trabalha com diagnósticos, avaliação e reabilitação física – nesta atividade, somente ele está habilitado a ministrar dentro do Pilates.

Nota: há um forte movimento que luta para que o pilates não seja limitado apenas à fisioterapeutas e educadores físicos, buscando a inserção e a liberação para que profissionais de dança, de ginástica, instrutores de yoga e outras áreas que se utilizam das expressões do corpo, também tenham a aprovação para aplicar o método legalmente. É importante lembrarmos que a dança e a ginástica fazem parte da origem do Pilates.

Opcional

Além de um profissional capacitado para ministrar as aulas de pilates, quer seja você mesmo ou não, também é possível pensar em uma lista de profissionais que podem ser contratados num segundo momento, conforme o crescimento do seu negócio e de suas necessidades. Veja alguns exemplos:

Atendente

Se você não for ficar responsável por atender os clientes, fazer agendamento de aulas, atender telefone, responder as redes sociais, fazer cobranças, passar valores e outras atividades semelhantes, será preciso contar com um (a) atendente que faça essas tarefas. Afinal, o atendimento é uma parte importante para o sucesso do seu negócio.

Caso você ou seu sócio, se houver, forem ficar responsáveis pelo atendimento do estúdio, descarte este custo no primeiro momento. Mas, conforme for aumentando a demanda do seu espaço, se necessário, invista em um profissional para realizar estas tarefas.

Gerência

Como qualquer empresa, seu estúdio de pilates também precisa ter organização quando o assunto é finanças. Neste caso, é necessário ter, desde o início, alguém que saiba sobre negócios e contabilidade. Se for você ou seu sócio, ótimo, caso contrário, contratar um especialista, terceirizar a função ou contratar um consultor é uma boa saída.

Se você deseja saber mais sobre gestão para estúdios de pilates, leia o conteúdo 6 dicas para uma boa gestão do estúdio de pilates.

Profissional de limpeza

Manter seu estúdio limpo é fundamental para ter bons resultados e deixar boas impressões para seus alunos, principalmente quando falamos de Pilates, que envolve saúde e respiração. Sendo assim, um profissional de serviços gerais pode se fazer necessário para você. Claro que tudo irá depender da sua demanda e necessidade no momento.

Há quem opte por cuidar pessoalmente da limpeza do ambiente, mas é comum que com o tempo e o crescimento da demanda de outras tarefas, acabe ficando inviável. Neste caso, você pode contratar um terceirizado para limpar seu estúdio, caso não julgue necessário ter alguém todo dia para fazer esta tarefa. Mas leve em conta o tamanho do seu estúdio, de alunos e turmas que você tem ao dia.

Móveis e equipamentos para abrir um estúdio de pilates

Uma das primeiras coisas que você precisará para finalmente abrir um estúdio de pilates é escolher o local. Neste momento é preciso levar em conta o espaço total (m²) e a localização. Feito isso, é hora de pensar em quais equipamentos você irá comprar para inserir no seu ambiente. Aqui na Kauffer, os 4 aparelhos de pilates principais, são:

Mas, além desses, há uma série de outros aparelhos e acessórios que você pode inserir no seu estúdio. Alguns exemplos de acessórios clássicos de Pilates produzidos pela Kauffer, são:

Você pode conferir aqui mais equipamentos para seu estúdio de pilates e aqui outras opções de acessórios para deixar seu estúdio ainda mais completo.

Quando o assunto é móveis e aparelhos para área de recepção/administração do seu estúdio, algumas dicas que podem ser úteis são:

  • Computador ou notebook;
  • TV para recepção, se houver;
  • Poltronas e cadeiras;
  • Balcão/Mesa de atendimento;
  • Telefone;
  • Modem Wifi;
  • Lixeiras;
  • Bebedouro ou filtro de água;
  • Porta-casacos e/ou guarda-volumes;
  • Ventilador ou ar-condicionado.

Lembrando que essas são apenas algumas dicas opcionais para quem deseja abrir um estúdio de pilates, mas tudo irá depender do seu gosto, tamanho do espaço, objetivos, entre outras coisas.

Matéria-prima e mercadoria

Afinal, qual é a matéria-prima do pilates e a mercadoria oferecida por um estúdio de pilates? Por se tratar de um serviço, podemos dizer que a matéria-prima principal a ser utilizada é o conhecimento dos profissionais. É por isso que ter profissionais capacitados e atualizados por meio de cursos e treinamentos é muito mais do que um investimento, é uma necessidade.

O resultado de ter profissionais que se dedicam e estão sempre estudando, se atualizando e inovando, é proporcionar aos seus clientes uma maior qualidade de vida e bem-estar. E isso, sem dúvidas, é um grande diferencial no mercado.

Além disso, você também pode aproveitar o seu estúdio de pilates para comercializar produtos relacionados à esta área, como garrafa d’água, toalhas, camisetas e meias personalizadas, com a marca do seu estúdio e até mesmo com frases motivacionais e/ou do Joseph Pilates.

Veja aqui algumas estampas de camisetas gratuitas que você pode utilizar e inserir a logo do seu estúdio.

Investimento

Lembra que falamos sobre a importância de ter uma boa gestão para abrir um estúdio de pilates? Então agora é a hora de fazermos um cálculo aproximado do que você precisa levar em conta, como investimento necessário, custos mensais e capital de giro.

Se você está pensando em abrir um estúdio de pilates, é importante saber que o investimento vai muito além da aquisição de equipamentos, aluguel ou compra de ambientes e contratação de pessoal. Você precisa levar em conta todo o capital que será usado para iniciar o seu negócio, até que ele comece a se “sustentar sozinho”.

Segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), os investimentos que precisam ser levados em conta na hora de fazer seu planejamento financeiro, são:

Investimentos fixos: que compreende o capital da compra de imóveis, equipamentos, móveis, instalações, reformas, etc;

Investimentos pré-operacionais: compreende os gastos ou despesas com projetos, pesquisas de mercado, registro da empresa, projeto de decoração, honorários profissionais, compra inicial, etc;

Capital de giro: necessário para suportar todos os gastos e despesas iniciais geradas pela atividade produtiva da empresa. Serve para viabilizar as compras iniciais, pagamento de salários nos primeiros meses de funcionamento, impostos, taxas, honorários de contador, despesas de manutenção, etc.

Exemplos de despesas para inserir em seu planejamento financeiro:

  • Reforma, adaptação do imóvel e instalações;
  • Despesas de registro da empresa, honorários profissionais, taxas, etc;
  • Móveis para sala de recepção/administrativa e vestuário, se houver;
  • Equipamentos e acessórios;
  • Capital de giro.

Para ver um exemplo aproximado dos valores acima, com base em um estúdio de 60m² e capacidade para 24 alunos por dia, clique aqui.

Mas atenção, lembre-se que o valor do investimento total para abrir um estúdio de pilates pode variar bastante. Por isso, o ideal é elaborar um plano de negócios antes de tomar qualquer decisão. Assim você se resguarda e evita problemas futuros.

Esperamos que o nosso guia te ajude a se preparar para a realização deste sonho, contribuindo para que seja feito um investimento mais consistente e consciente.

Leia mais:

Ficou com alguma dúvida? Escreva nos comentários ou entre em contato com a gente.

Conteúdo atualizado em 18 de fevereiro de 2019.

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.