O Pilates para crianças é benéfico em muitos aspectos, que vão desde melhorar as condições físicas até um aumento no nível de concentração em sala de aula. Porém, dar aulas para esse público costuma ser muito desafiador, ainda mais em um período de isolamento por conta da pandemia do coronavírus.

As crianças costumam ser mais inquietas e podem apresentar dificuldades em entender algumas explicações de exercícios. Além disso há uma limitação para poder aplicar as atividades em casa se não tiver os equipamentos à disposição. Então, como preparar uma aula divertida de Pilates para crianças na quarentena?

Pilates para crianças = diversão

Diversão é a palavra chave quando se prepara uma aula de Pilates para crianças. É através dela que se consegue propiciar uma série de benefícios físicos e psicológicos para os pequenos.

Isso porque nem toda criança ficará realmente animada ao ouvir falar em exercícios físicos. Por isso, devemos buscar formas de disfarçar os princípios e exercícios do método em forma de brincadeiras que despertarão este lado lúdico. Assim, além de gastar um pouco da energia contida por estar em quarentena, a criança também terá benefícios para a saúde mental.

Como dar aulas de Pilates para crianças

Limite o tamanho do grupo

O ideal é que uma aula de Pilates para crianças não tenha mais do que 6 pequenos ao mesmo tempo. Assim, o instrutor pode dar atenção a todo o grupo ao mesmo tempo em que permite maior interação entre elas, potencializando a socialização.

Nesse período de quarentena, não é recomendado reunir crianças de casas diferentes, já que elas, apesar de pouco afetadas pelos efeitos do coronavírus, se tornam um vetor da doença para o restante da família.

Use os acessórios apropriados para cada idade

A segurança vem em primeiro lugar ao planejar uma aula de Pilates para crianças. Para tanto, utilize apenas acessórios apropriados à idade do grupo, como halteres apropriados para o público e toning balls leves. Assim, você diminui consideravelmente o risco de acidentes.

Em casa você pode improvisar e substituir os acessórios com o que tem à mão, como trocar os halteres por garrafinhas cheias de areia ou água, por exemplo.

Tenha consciência das capacidades e limitações de cada idade

É muito importante ter em mente que a cada idade as crianças terão maior ou menor facilidade com certos exercícios e que a velocidade da sua evolução também pode variar muito para cada indivíduo.

Por isso é importante ter em mente a primeira regra que citamos; ao ter um grupo reduzido, o instrutor poderá dar mais atenção a cada uma das crianças durante a aula e poder acompanhar da melhor forma seu progresso.

Solte a criatividade

Seus aluninhos terão mais facilidade para aprender o método se você entregar algo a que eles possam associar os exercícios. Por isso, nomeie as atividades com nomes divertidos ou com nomes que os façam associar cada movimento a algo divertido, como nomes de animais ou personagens do imaginário infantil.

Você também pode incorporar movimentos do treinamento funcional, fazendo com que eles se movimentem imitando bichinhos, como um cachorro ou caranguejo.

Circuito com obstáculos

Outra forma divertida de trabalhar o Pilates para crianças é criando um circuito com obstáculos. Utilizando diferentes acessórios, você pode fazer com que as crianças executem uma série de movimentos de forma divertida.

Rolos de espuma, bosus e escadas de agilidade, por exemplo, podem apresentar ótimos desafios para os pequenos de forma segura e descontraída. Em casa, é fácil utilizar panos, bolas, travesseiros e outros objetos.

Neste caso, lembre-se de observar a evolução de cada um dos pequenos para usar os acessórios apropriados.

Atividades em dupla

Peça para que os aluninhos formem duplas para exercícios a dois. Eles podem jogar uma toning ball ou uma bola de futebol para o outro enquanto fazem roll ups. Outra possibilidade é sentá-los um de costas para o outro e fazer torção da coluna para passar a bola. Assim você trabalha a parte abdominal de uma forma divertida.

Trabalhar a respiração e relaxamento

Fazer exercícios de respiração em uma aula de Pilates para crianças é uma excelente forma de ensiná-las como se acalmar após os exercícios e uma ótima forma de relaxar e finalizar a aula com menos energia e com a saúde mental em alta.

Conclusão

Essas dicas de como montar uma aula de Pilates para crianças pode ser adaptada para diversas situações e ocasiões, seja dentro do seu studio para uma aula em grupo, como uma forma de recreação durante uma festinha ou em casa durante o período de isolamento que vivemos atualmente.

Lembre-se nesse momento que sua saúde e da sua família vêm em primeiro lugar. Por isso, siga as recomendações das autoridades médicas para que a onda de contágio da covid-19 desacelere e possamos retomar nossa rotina o mais brevemente possível.

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.