Este conteúdo foi feito para você que está pesquisando sobre Pilates para grávidas. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas) são realizados no Brasil 550.000 partos por ano. É importante contribuirmos para que esse público não se renda ao perigo do sedentarismo. Continue sua leitura e saiba como atender essas mulheres no período da gestação, separando os tipos de movimentos em 3 trimestres.

Pilates para grávidas – Primeiro trimestre

Primeiramente, é comum que nos primeiros meses a gestante prefira não comunicar o seu atual estado físico e quando o fizer, o profissional de Pilates será com certeza uma das primeiras pessoas a saber e cabe a discrição.

Prepare-se para as comuns alterações de ânimo, sonolência, cansaço, náuseas e a necessidade de falar pelos cotovelos, seja compreensivo e paciente.

“Antes de tudo, aprenda a respirar corretamente.” (Joseph Pilates)

O Pilates para grávidas no primeiro trimestre exige as atividades no solo com o despertar do corpo. Visualize o corpo da gestante como um todo, dando ênfase para o trabalho de ativação do abdômen e não uma mega contração. A ativação deve acontecer preferencialmente em todos os exercícios, com pouquíssimas flexões de coluna, dê atenção desde a base da nuca até a região da pelve.

A coluna precisará de mais trabalho de resistência do que força para as atividades do dia a dia, sempre obedecendo as curvaturas fisiológicas (coluna neutra).

Cuidado com o trabalho de inversão da coluna lombar nos exercícios de flexão de coluna, e priorize sempre a estabilidade da lombar mantendo-a neutra.

As posturas que podem ser exploradas nos exercícios podem ser: ajoelhada, sentada, postura de montaria, decúbito dorsal, lateral, ventral até 12º semana e em pé (bom senso sempre).

Precisamos fazer a ativação do períneo / assoalho pélvico também, transverso do abdômen glúteo e musculatura paravertebral. Com o passar dos meses está ativação vai diminuindo em função do crescimento da barriga.

Pilates para grávidas – Segundo trimestre

No segundo trimestre de Pilates para grávidas, continue o trabalho no solo e adicione os acessórios para apoios. Você pode manter a mesma estratégia do primeiro trimestre, só que agora com foco nos MMII. É importante sempre visualizar a gestante como um todo, atendendo as necessidades específicas que ela ou seu médico pediu.

A partir da vigésima semana o diafragma ficará mais pressionado, dificultando a respiração e até o escorregamento das costelas. Ficar na posição de decúbito dorsal por grandes períodos não é indicado, visto que o bebê ganha peso e comprime a veia cava, prejudicando a circulação e a nutrição.

Com o crescimento da barriga, algumas posturas e exercícios terão que ser revisados e adaptados de acordo com as necessidades da gestante. Mantenha o trabalho de anteversão, retroversão, movimentos laterais e círculos na bola.

Pilates para grávidas – Terceiro trimestre

No terceiro trimestre de Pilates para grávidas, continue o trabalho no solo, com o auxílio de acessórios para apoios. Você pode manter a mesma estratégia, só que agora com foco para o trabalho de tronco e MMSS, esses movimentos ajudarão a gestante à receber o bebê.

Atenção aos exercícios contra indicados a partir da 16ª semana:
– Prancha;
– 4 Apoios;
– Trabalho excessivo de alongamento;
– Exercícios com risco de queda;
– Exercícios invertidos;
– Isometria por tempo prolongado maior que 10 segundos;
– Saltos no Reformer;
– Manter 90º de flexão de pernas e quadril no solo ou em equipamentos;
– Decúbito dorsal X tempo X tamanho da barriga;
– Equilíbrio no Reformer com o carrinho em movimento.

Lembre-se de diminuir a intensidade dos exercícios no segundo e terceiro trimestre, e das regras “qualidade ao invés de quantidade” / “menos é mais”. Durante toda a gestação os movimentos devem ser lentos e fluidos.

Fonte: Sérgio Borges – Pure Pilates.

Veja outros conteúdos que possam interessar você:

Pilates para gestantes: tudo o que você precisa saber para oferecê-lo em seu Studio
Black Friday 2018: Como atrair mais alunos para seu estúdio de Pilates!
Retrospectiva: EPP 2018 – 4º Encontro de Pilates Profissional – Parte II

“Não interessa o que você faz e, sim, como você faz.” (Joseph Pilates)

Gostou do nosso post ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Se quiser continuar esse papo e saber como a Kauffer pode ajudar o seu Studio de Pilates, entre em contato!

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.