Quando você se matricula em uma academia ou quer começar a fazer algum outro exercício físico, o primeiro passo é realizar uma avaliação física. Até mesmo para fazer Pilates, o professor deve avaliar o aluno antes das aulas começarem.

É no primeiro contato que o professor ficará sabendo as motivações e anseios do aluno, para que assim possa avaliar qual é a melhor série de exercícios para ele. É também na avaliação física que o professor conhecerá as limitações e resistência física do aluno.

Serão feitas algumas perguntas tradicionais como: “Você já praticou alguma atividade física?”, “Você tem alguma dor contínua?”, “Tem alguma patologia que está relacionada ao seu aparelho locomotor?”, “Já realizou alguma cirurgia na área da coluna ou em outro membro que possa estar comprometido se for forçado?”.

Com as respostas, o professor irá fazer a ficha do aluno, justamente para evitar qualquer problema ou exercício inadequado para as limitações dele. Após a avaliação física, costuma-se medir a altura, o peso e a gordura corporal do aluno, além de procurar descobrir a resistência física e a postura dele.

Aula de pilates

Muita gente pensa que pilates é mais uma brincadeira do que um exercício. Uma pessoa de fora tem a tendência de observar uma aula de pilates como se fosse algo fácil. Obviamente que, conforme você vai desenvolvendo a sua capacidade física, alguns exercícios de pilates se tornarão fáceis para você.

O fato de ser divertido também é verdadeiro, já que uma atividade física pode lhe proporcionar prazer e divertimento. No mínimo você deve estar feliz de estar lá, porque uma aula de pilates movimenta o corpo inteiro.

Muitas vezes os professores não fazem a avaliação física no pilates e começam a dar aulas em uma turma completamente diversificada. Caso o professor não saiba ou não tenha a avaliação física de cada aluno, é muito provável que aconteça alguma lesão ou a prática de exercícios de forma incorreta.

Assim, é de suma importância que o professor construa um perfil de cada aluno, para que a aula seja direcionada a ele de forma personalizada.

Objetivo

É o próprio aluno que terá que dizer ao professor qual é o interesse dele em praticar pilates. Na maioria dos casos as respostas são:

  •      Melhora do desempenho esportivo;
  •      Condicionamento atlético;
  •      Postura;
  •      Alívio de dores e tensões.

Dependendo da evolução do aluno, é preciso realizar testes para que ele possa aprimorar e conseguir fazer novos exercícios no pilates. Quando o professor conhece o aluno, a frequência da aula também deve ser um assunto que ambos precisam conversar, uma vez que o aluno necessita de metas a curto ou longo prazo.

O melhor que você pode fazer é se comunicar e garantir que o aluno tenha uma aula de Pilates motivadora e útil para o objetivo dele. Mas, sem sombra de dúvida, o professor deverá informar ao aluno sobre a evolução dele, para que ele se sinta bem.

Por causa de tudo isso a avaliação física é importante no Pilates! Caso queira saber mais, confira o conteúdo que fala sobre Avaliação de Pilates Global: Entenda a importância de avaliar o aluno como um todo!

Leia maisLeia mais
– Como abordar o aluno na primeira aula?
– 5 saias justas que todo profissional de pilates já passou

O blog da Kauffer se preocupa com a sua opinião! O que você achou do post?

 

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.