Um nicho ainda não tão explorado no universo do pilates é o pilates kids. Os studios que não atendem ao segmento estão perdendo uma ótima oportunidade, pois a infância é uma fase da vida aonde os pais estão muito dispostos a investir nos filhos e a procurar atividades para eles.

A profissional de pilates Izabela Leal, dona do Studio Bella Life Pilates, possui turmas de pilates kids. Ela diz que muitos de seus alunos adultos acabam colocando os filhos na atividade. Também acontece bastante de os pais de crianças que praticam o método acabarem se interessando e se matriculando também.

O pilates kids, portanto, é um segmento que facilita a atração de alunos para o studio, pois acaba trazendo membros da própria família da criança, ou vice-versa.

Se você se interessou pela modalidade, continue lendo este post. Aqui vamos te orientar sobre tudo o que você precisa saber para trabalhar com pilates kids em seu studio.

Idade

Não existe um consenso entre os profissionais sobre a idade mínima para uma criança começar a praticar pilates. Izabela, com a experiência de quem trabalha com pilates kids, fala que hoje existe um entendimento de que as crianças estão cada dia mais desenvolvidas, e que a partir dos quatro anos já é possível estimulá-las para a prática.

Entretanto, ela diz que percebe que a partir dos seis anos as crianças correspondem melhor ao comando, por terem mais capacidade de compreensão sobre as próprias ações.

Necessidades

O pilates kids requer dos instrutores mais atenção. De acordo com Izabela, isso é necessário porque a criança está em fase de crescimento e desenvolvimento ósseo e muscular.

É nessa fase que ela começa a compreender as próprias ações e habilidades motoras. Portanto, o profissional precisa ter mais cuidado ao preparar e ministrar as aulas.

“É preciso respeitar as diferenças e necessidades de cada criança, verificando o tipo de exercício e levando em conta seu posicionamento e execução durante os movimentos”, afirma.

Adaptações

Adaptações nas sessões de pilates kids são necessárias, segundo Izabela. A profissional justifica dizendo que as aulas precisam ser lúdicas, com uma linguagem acessível que permita à criança aprender brincando.

Os aparelhos de pilates também devem ser ajustados conforme a faixa etária, a altura, a sequência e a intensidade.

O que elas buscam

A procura por aulas de pilates kids acontece por motivos diversificados. Alguns deles, conforme Izabela, são:

  • Socialização, incentivando a criança a aprender a lidar com questões coletivas;
  • Hiperatividade, devido à necessidade de concentração que o pilates requer;
  • Problemas posturais e dores, causados pelo sedentarismo precoce devido à evolução tecnológica;
  • Prazer de praticar uma atividade física.

Mercado

A procura pelo pilates kids tem aumentado a cada dia que passa, é o que afirma Izabela. No entanto, a profissional ressalta que há pouca  divulgação da modalidade e faltam cursos específicos.

Apesar disso, ela acredita que é vantajoso trabalhar com esse segmento, principalmente por ele atrair os pais dos alunos também, gerando a possibilidade de planos e pacotes familiares.

No caso dela, investir em pilates kids deu tão certo que ela até abriu a Oficina de Férias (no período de férias das crianças) e o Brincando Juntos (com pais e filhos).

Exercícios recomendados

Confira abaixo alguns exercícios recomendados por Izabela para a aplicação em aulas de Pilates Kids. Ela frisa que eles devem ser adaptados de acordo com a necessidade de cada um.

1. Arrepio do gato

Em posição de quadrúpede, arredondar a coluna imitando um gato se arrepiando e voltar à posição inicial.

2. Serrote

Sentado em cima dos ísquios com as pernas afastadas e braços abertos na lateral, fazer uma rotação tentando encostar ou aproximar o dedinho da mão no pé. Depois gire o outro braço para trás.

3. Foca

Deitado em decúbito dorsal, subir o tronco alcançando os tornozelos. Fazer movimentos para frente e para trás, como se fosse uma gangorra. Bater os pés, imitando uma foca.

4. Roll Over

Deitado em decúbito dorsal, pernas em cadeirinha, elevar as pernas mantenha o centro de força ativado. Eleve as pernas para trás apoiando ou aproximando os pés do solo.

5. Elefante no Reformer

Em pé no Reformer, pernas afastadas, coloque as mãos na barra empurrando o carro para trás e retorne à posição inicial.

6. Monkey no Cadillac

Deitado em decúbito dorsal, apoiar as pontas dos pés na barra do Cadillac, realizando a extensão de joelhos, fazendo uma flexão com o tronco, elevando a barra-torre.

7. Ponte na Step Chair

Deitado em decúbito dorsal, apoiar os pés nos pedais da Step Chair, elevar o quadril e abaixar.

8. Mergulho

Deitado em decúbito ventral segurando no Espaldar, elevar as pernas, simulando um mergulho de ponta na piscina.

Leia mais
– Como adaptar um studio para diferentes idades
– Ultrapasse a concorrência criando um nicho próprio

O que você achou da ideia de trabalhar com pilates kids? Comente aqui!

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.