Nós sabemos que pilates tem sido uma atividade muito procurada nos últimos anos. Isso porque trabalha corpo e mente de forma conjunta, explorando equilíbrio, bem-estar e musculatura corporal. Além disso, é com o pilates que as pessoas vêm conquistando mais consciência sobre o seu próprio corpo e adquirindo mais flexibilidade.

Também é válido lembrar que a prática é destinada a todos os públicos, especialmente àqueles que sofrem de alguma lesão, por ser o pilates uma forte fonte de recuperação indicada por médicos.

Para você que está prestes a abrir o seu próprio estúdio, ou mesmo para você que já tem o seu, pensamos em algumas dicas básicas de investimentos para que você acerte em cheio na estrutura do lugar, no marketing e na criação de programas de fidelidade com o consumidor que chega até você. Olha só:

1. Muita estrutura e (pouco) muito marketing

Estruturar o seu estúdio de pilates exige dedicação. Uma excelente estrutura perde força quando não está alinhada a um bom planejamento de marketing.

É preciso saber aonde fazer a sua propaganda, qual é o público que deseja atingir e o porquê quer atingi-lo. Por isso, se liga na dica: o legal é fazer parcerias com médicos, fisioterapeutas e nutricionistas, profissionais que podem indicar a prática dos exercícios de pilates como forma de tratamento e prevenção.

Além disso, é legal investir no marketing em áreas de bem-estar: restaurantes naturais, parques abertos e locais que buscam trazem às pessoas uma vida mais saudável. Clínicas de psicologia também são bons lugares para se fazer propaganda. Pense nisso!

2. Invista em equipamentos

Um dos principais diferenciais de um estúdio de pilates, se comparado com aulas ministradas em academias, são os equipamentos especializados. Em academias, os exercícios são realizados com bolas, via de regra.

Por isso, o seu empreendimento deve estar cheio de novos equipamentos que chamem a atenção do público e o façam optar por você, e não pela concorrência. Hoje há inúmeros aparelhos que podem fazer parte do seu estúdio. Confira alguns aqui.

Os equipamentos, por mais caros que sejam, têm custo x benefício imprescindível para o seu negócio. Se alinhados a bons profissionais, farão com que os clientes virem fiéis à atividade.

3. Profissionais de qualidade

A contratação de profissionais também deve ser cautelosa. Pense sempre: meu público é muito grande? Eu posso dar conta disso sozinho? Caso você perceba que há a necessidade de contratação de mais profissionais, certifique-se de que eles sejam devidamente capacitados.

Existem especializações na área. Há cursos bem completos em teoria e prática. Lembre-se sempre que um profissional mal qualificado pode gerar alunos insatisfeitos.

Leia maisLeia mais
– Regras para studios de pilates: guia de processos
– Como ser um instrutor de pilates organizado?

Para saber mais sobre boas estratégias para seu estúdio de pilates, não deixe de acompanhar as atualizações do nosso blog!

 

Newsletter

Receba nossas novidades

Cadastre-se e receba em seu e-mail as atualizações da Kauffer.